Seguidores

terça-feira, 23 de junho de 2015

Há um lugar no inferno para... III

21. pagar fiado. não.
22. fazer 'preço de amigo'. não 2x.
23. roupa que não me serve.
24. pessoas que abandonam os animais nas férias.
25. crianças que gritam nos restaurantes e os papis nada fazem.
26. cocó de cão no passeio.
27. pessoas que usam demasiada maquilhagem. menos é mais darling.
28. sombras mal esfumadas.
29. os frescos do Continente que são completamente nojentos.
30. os lisboetas que invadem o alentejo nesta altura do ano.



Alguém mais partilha destes ódios de estimação?

xxx

domingo, 14 de junho de 2015

MY VINTAGE FASHION FLASHBACK

Hi dolls!
Este post já andava no forno há umas semanas, mas entretanto comecei a trabalhar e só agora consegui equilibrar as horas e fazer tudo aquilo que tenho para fazer.

O blog está de parabéns pois fez, nada mais nada menos, que 5 aninhos! Já está um bebe grande, é o que é! :)
Normalmente para assinalar este dia faço um sorteio ou um post geral do ano que passou, com os melhores momento entre bloggers, eventos e outros dias especiais pessoais... este ano como o blog andou paradito tenho poucos momentos desses, pelo que decidi fazer algo diferente! Porque faz também 5 anos que me comecei a dedicar ao vintage e a todo esse mundo maravilhoso do antigamente, decidi fazer um flashback da evolução do meu estilo nestes últimos 5 anos! 

Posso dizer que o meu interesse pelo passado esteve presente desde sempre. Desde sempre que me lembro que queria ser arqueóloga e isso vem da minha paixão pelo passado e, por desde muito nova ter percebido que com o conhecimento do passado, conseguimos uma melhor visão do presente e do futuro. 

Mas o interesse pela moda vintage começou mais a sério, efectivamente, há 5 anos, mais ou menos pela mesma altura que criei o blog em 2010.

A década de eleição, no inicio, foram os anos 50. Isto porque vestia-me de lolita uns dias por mês, cuja inspiração vem, claramente, do rococo e dos anos 50. Nos dias normais era uma metaleira cuja roupa não passava de botas de biqueira de aço, calças pretas e t-shirts de bandas. Como é que se passa disto para o vintage? Não sei, mas costumo dizer que tem muito a ver com o atingir um grau de maturação pessoal (o que não é bem verdade, porque existem miúdas de 14 anos que têm um estilo vintage/retro impecável!) mas é como gosto de ver a coisa. Tanto é que, 5 anos depois, continuo aqui e da mesma forma.

2010



É engraçado que nunca fui muito fascinada pela moda pin-up actual, sempre preferi um estilo mais fiel possível ao passado mas sempre roupas práticas - opção que continua até hoje. Também nunca fui fascinada pelo dito rockabilly, nunca fui muito fã de coisas com cerejinhas e bolinhas e coisinhas. No inicio misturava peças do meu guarda-roupa com alguns apontamentos mais retro/vintage. Na altura tinha o cabelo super comprido, pelo que fazer caracóis não estava propriamente na agenda - dá trabalho e exige algum método, que no inicio é difícil alguém ter.


Este deve ter sido dos primeiros outfits mais retro-ish que usei em 2010! O vestido é da HM e continua no meu armário até hoje :) (assim como o bolero e os saddle shoes!)


Só para terem uma ideia do tamanho do meu cabelo na altura!


Depois lá achei que seria boa ideia cortar um bocadinho e começar a fazer pincurls mais regularmente. O casaco sailor é da ZARA e sim, continua no meu armário e adoro-o! A mala era da minha avó.

2011

2011 foi mais um ano de experimentação com as poucas peças que tinha. Construir um armário vintage dá imenso trabalho (e exige dinheiro, coisa que uma estudante não tem).
Comecei a ir a feiras, lojas em segunda mão, fiz as minhas primeiras aquisições de reproduções online (minha querida Freddies Of Pinewood, entre outras). Continuava a combinar peças de lojas mainstream com peças da feira da ladra que me custaram 2euros (e é algo que continuo a praticar).
E não sei porquê, mas em 2011 andava com a pancada de usar óculos. Go figure!







2012

2012 foi um ano interessante (em que sobreviveram várias fotos para contar a história). O meu interesse pelo vintage começou a afectar outras décadas, nomeadamente os anos 20 e 30, muito por culpa do meu cabelo mais curtinho! Foram raras as vezes que me vesti a preceito dentro destas décadas, são décadas mais difíceis de encontrar nas lojas, além disso não caem tão bem numa rapariga gorda como eu.


Os lábios vermelhos foram trocados pelos tons bordeaux escuro!


Acreditam que comprei este vestido na feira da ladra por 5euros?!


Com um dos meus vestidos favoritos de sempre!


Me as Miss Margarett! 


Lembram-se do vestido?


De vez em quando dava-me a pancada de cortar a franja (mesmo que tenha plena consciência que me fica horroroso mas who cares?).


O outfit do natal de 2012 (acreditam que a camisola é de quando eu tinha 14 anos? LOL)

2013

2013 foi uma espécie de continuação de 2012. A minha obsessão pelos 20s só cresceu e fez com que cortasse o cabelo num bob lá para meio do ano.

Obviamente que já não tenho estas calças verdes no meu armário. Too much green!


Tenho um vicio com o azul e o vermelho, claramente.



A meio do ano decidi cortar o cabelo num bob! A minha obsessão crescente pelos 20s pedia um corte radical - apesar de raramente condizer com a roupa que continuava a vestir (que era aquela que tinha no armário). 


Rapidamente me mentalizei que o cabelo curto dá mais trabalho e deixei-o crescer. Não digo que nunca mais voltarei ao bob curto mas...


Foi em 2013 que criei a minha Madame Turbante (no inicio com grandes influências 20s, art deco etc) e nesta altura usei alguns turbantes meus. Sempre adorei lenços, fitas e fitinhas. Ao desenterrar estas fotos vejo que nem sempre os incorporo nas minhas roupas.


Gatsby-ish outfit!





Com o frio só me apetece andar encasacada e com batom escuro.





So boring :p


Já em espírito natalício :)

2014

2014 foi um ano esquisito, de muito trabalho e de muitas mudanças, no entanto vejo uma grande diferença na forma de me vestir, pelo menos com o uso de mais cor.




70s-ish






Azul. Again.




Apesar de adorar chapéus e ter uma colecção engraçada é raro usa-los na rua.


Eu sei eu sei, demasiado manta de sofá mas eu adoro este vestido!!






Depois de rever estas fotos (muitas delas já nem me lembrava que tinha) tiro a conclusão que tenho a forma de vestir mais boring do planeta ahaha Demasiado simples, demasiado confortável, prático... mas eu sou assim e como me visto reflecte isso mesmo :) Abuso um bocado do castanho, preto e do azul. Não uso acessórios por aí além e o penteado é quase sempre o mesmo. E tenho, definitivamente, de comprar mais casacos. É claro que não tiro fotos todos os dias, por isso há muitos outfits que passaram ao lado da lente da câmara. 
5 anos depois as minhas preferências também mudaram: prefiro comprar reproduções do que propriamente peças de roupa ou sapatos vintage nas feiras ou online. Isto porque as roupas vintage requerem muito cuidado na lavagem e muitas podem estragar-se facilmente, pelo que não gosto de correr esse risco. 

 É fantástico como hoje me pode apetecer mais os 20s e amanhã os 50s e é isso que adoro, pois cada dia que acordamos sentimo-nos de forma diferente e o meu armário também reflecte isso. Foi uma delicia fazer este post e vasculhar todas as fotos do meu pc, reviver alguns momentos especiais que ficaram registados :) especialmente agora, que apenas me posso 'mascarar' aos fins de semana. Vida crescida, hello.

Venham mais 5 anos de blog e de amor pelo vintage ��
Obrigado por continuarem desse lado ��

xxx

quarta-feira, 20 de maio de 2015

SASHAY AWAY

Hi dolls!
Desde Janeiro que não fazia um post de produtos acabados, a julgar pela quantidade de produtos que terminei não tenho usado assim tanta maquilhagem ou produtos de cuidado de pele. Confesso que os últimos meses tenho-me desleixado um bocadinho nesse campo :P


Batiste Dry Shampoo Cherry - Mais um Batiste terminado! É o meu go-to dry shampoo pois é eficaz e barato.

TBS Ginger Anti-Dandruff Shampoo - Shampoo de gengibre que tenho usado nos últimos meses e tenho adorado! Já vou na 4ª embalagem! Não é barato mas resulta e acalma o couro cabeludo, o que é bastante útil, principalmente depois de pintar o cabelo!

TBS Moringa Shower Gel - Se pudesse escolher cheirar uma coisa para o resto da vida seria isto! O cheirinho da Moringa é tão doce mas fresco ao mesmo tempo e é uma delicia tomar banho com isto :) Vou comprar mais de certeza!

TBS Glazed Apple Shower Gel - A TBS nunca desilude nos cheiros, este é mais um daqueles que dá vontade de comer directamente da embalagem!



OBoticário Creme Hidratante Acetinado Lily Divine - Este creme foi lançado há uns anos pelo Boticário e só há umas semanas é que o consegui acabar (não porque não gostasse dele mas porque andava sempre a experimentar outros) e posso dizer que foi dos meus preferidos da marca até hoje! O cheiro é divinal, fica na pele até ao dia seguinte, deixa um toque aveludado na pele e bem hidratada. É excelente e quero que o tragam de volta :D

OBoticário Geleia Esfoliante Corporal Passione - Outra edição especial de há uns meses, torna o banho muito mais interessante e cheiroso! 

OBoticário Spray Brilho Perfumado Cuide-se Bem - Não sei se já falei deste produto no blog, mas a minha primeira reacção a ele foi bastante negativa: achava que fazia o cabelo oleoso e não dava grande cheiro e era só alcool... e a verdade é que continuo a pensar o mesmo lol mas cheguei à conclusão que é o meu melhor amigo naqueles dias que o cabelo está estúpido e com as pontas secas ou já está meio sujo, uma borrifadela disto e dá-lhe logo outro brilho.

OBoticário Make B Primer Alta Definição - Um clássico da marca, tenho vários e continuo a usa-los em sessões fotografias. 

Sebastian Trilliance Condicionador - Pequena amostra perfeita para levar de férias (mas que foi usada somente cá por casa). É um condicionador leve e faz o que promete.

NOWWWWWW...


xxx


sexta-feira, 15 de maio de 2015

A Madame Turbante na Dica da Semana

Hi dolls!
Apesar de ter andado mais off do blog a minha vida não parou. Nos últimos meses conquistei muitas metas a que me propus e um dos mimos associados a isso foi uma pequena entrevista que a jornalista Lina Manso me fez para a Dica da Semana (apenas saiu na edição do sul)! É engraçado como nos esquecemos do quanto fizemos (e continuamos a fazer) todos os dias na nossa vida profissional. Sem dúvida que a Madame Turbante foi algo mais ao acaso do que planeado mas tem-me trazido muitas alegrias e além disso tem sido o meu sustento há já mais de dois anos e fico contente que possa partilhar esta felicidade com quem me segue! Para quem não vive no sul podem ler a pequena entrevista aqui :)



xxx




sexta-feira, 8 de maio de 2015

LIFE UPDATE + NEW DIET


Hii dolllsss!

O último post foi já há um mês mas por uma óptima razão: finalmente defendi a tese, sou oficialmente MESTRE há quase três semanas. Posso FINALMENTE virar a página e começar um novo capítulo na minha vida! Foi uma experiência de muita superação própria, muitas lágrimas... mas no final compensou e ganho um novo respeito por todas as pessoas que se atiram e dedicam a algo tão nobre como a investigação e claro, um novo respeito por mim porque me superei mesmo quando pensei várias vezes em desistir. Consegui. :)

Durante estes meses de maior stress refugiei-me na comida. Eu nem gosto de comer, mas um docinho aqui e ali eram a recompensa perfeita para quando passava os dias inteiros numa biblioteca cheia de pó ou lia dezenas e dezenas de páginas dos mais de 100 títulos que utilizei na minha tese. E claro que engordei. Há mais de 1 ano que não me peso mas sei que engordei simplesmente com o facto das roupas estarem mais apertadas e de algumas até terem mesmo deixado de servir! Sabia que quando entregasse a tese me ia dedicar de corpo e mente a mudar a minha alimentação e assim foi. Já lá vão duas semanas.
Já tentei de tudo: cortar a carne, cortar os doces e pelo que me lembro, a única que funcionou foi quando durante meses e meses me dediquei ao ginásio todos os dias (meia horita chegava) e vi -15kg na balança, já lá vão uns 4 anos e o peso só agora foi recuperando (não engordei os 15kg, mas talvez uns 8kg). O que não é mau, tendo em conta que a maioria das dietas/perda de peso é facilmente recuperada nos meses seguintes!

Desta vez queria algo diferente, queria mesmo mudar a minha forma de comer para sempre! Não sei como cheguei a esta dieta mas quando a vi, reconheci que nunca tinha experimentado nada assim e decidi arriscar: a dieta dos 31 dias. Esta dieta teve bastante na moda há dois anos/ano passado o que fez com que o livro da Dra. Ágata Roquette fosse já na 36º edição. 

O que é?

É uma dieta dividida por fases onde, basicamente, se cortam todos os hidratos de carbono (e frutas e alguns legumes na primeira fase).

Depois de ter lido o livro cheguei à conclusão que esta querida pouco fez de original - a não ser usurpar a dieta de Atkins e de South Beach - e introduzir a ingestão do pão, que o tuga tanto gosta.

Sempre que se ouve a palavra "dieta" parece que nos dá uma fome imensa e pensamos logo "não vou conseguir, vou morrer de fome!!" eu pensei o mesmo! mas, quase duas semanas depois, posso dizer que nunca senti fome, sinto-me menos inchada e mais bem disposta, com mais energia.
O meu maior medo nem era o de passar fome, era pensar "o que vou comer ao almoço e ao jantar se não posso comer, nem arroz, nem massa nem batatas!?" e acho que todas pensamos o mesmo quando vemos uma dieta do género. Devo dizer que me habituei num instante e substitui os hidratos de carbono por saladas completas, espargos, ovos cozidos e mexidos. E fome? Nem vê-la!
Outro dos medos era o de cortar a fruta. Não que coma muuuita fruta, mas de vez em quando sabe bem. Nesse sentido tenho contornado os mandamentos da dieta e quando me apetece como uma maçã ou amoras (mas tem sido raro).

Dizem que os piores dias são os 3 primeiros, mas para mim passaram muito bem. Foram poucas as vezes que me deu vontade de comer doces e nunca os comi, até hoje, mais de duas semanas depois!

O que comi nestas últimas semanas (1º fase da dieta - que quero prolongar mais umas semanas para ter melhores resultados):

Pequeno almoço

-Metade de uma fatia de pão de centeio com requeijão (requeijão esse que me dura 5 dias a comer inteiro)
- Copo de leite magro com café e sem açúcar

Meio da manhã
(nem sempre tomo pois nem sempre tenho fome)

- Um iogurte magro

Almoço
(há muitas opções!)

- 2 ovos mexidos, espargos, 1 fatia presunto e cogumelos, acompanhado por salada temperada com um fio de azeite, vinagre balsâmico e sementes (neste dia até tirei uma gelatina mas não tive fome para a comer)



Lanche

- 1 gelatina sem açúcares
- 2 fatias de queijo magro

Jantar

- Seitan com ananás, espargos e salada

Dia da Asneira

O dia da asneira foi criado para que se torne mais fácil seguir esta dieta e para ser um dia em que nos compensamos pelo esforço durante a semana. Já passei pelo meu dia da asneira e apenas foi asneira porque estive a trabalhar numa feira e é sempre complicado fazer comida e levar. Nesse dia apenas cometi a loucura de comer sushi :P que me soube pela vida!
O próximo dia da asneira (amanhã) vai ser a mesma coisa, tenciono comer sushi mas fazer o resto do dia normal.
É claro que se não fizermos este dia da asneira os resultados serão mais rápidos.


Eu sei que pode parecer difícil mas não me tem custado nada! Estou bastante admirada com o facto de se conseguir fazer uma alimentação sem recorrer a massas (algo que comia bastante) e continuar a ter energia suficiente para encarar o dia. Depois do jantar costumava ter sempre muita fome e nada disso acontece agora, mesmo ficando acordada até à uma da manhã. Vejo-me a deixar de ingerir massas e arroz, ou pelo menos a diminuir bastante o seu consumo pois já vi que não me fazem falta.
Tenho bebido mais água, mas é porque tenho sentido alguma sede, o que é sempre bom porque beber água obrigada é uma merda. Podem sempre experimentar umas rodas de limão na água, fica muito boa.
Antes de começar a dieta costumava ir ao ginásio 3 vezes por semana durante uns 40min, mas deixei de ir (a nutricionista não aconselha exercício físico no inicio). Quero voltar a ir para depois tonificar o que fui perdendo apenas com a alimentação.

Um dos erros que cometi foi não me ter pesado no inicio desta mudança alimentar, mas o que interessa, para mim, é ver que a roupa começa a ficar mais larga e por isso não me interessa saber quanto peso.

Já experimentaram esta dieta? O que acharam?
Para quem não experimentou, parece muito difícil de seguir? Ou até estavam dispostas a experimentar?
Se precisarem de ajuda ou conselhos, cá estou :)

xxx



terça-feira, 3 de março de 2015

CIAO FEBRUARY

Fevereiro foi um mês tão ocupado que não tive muito tempo para o blog. A Madame Turbante está cada vez mais crescida e tenho feito algumas feiras que me tiram muito muito tempo. Este mês não há post de produtos favoritos pois não usei muita maquilhagem e nem fiz grandes compras (a ideia era não fazer compras at all mas acabei por entrar numa KIKO - mas o estrago não foi grande). Março será mês de contenção de despesas também.
Continuo à espera de uma data para a defesa da tese - e começo a ficar com uma ansiedade enorme cada dia que passa. Só quero despachar esta porcaria.
Não foi um mês muito activo no instagram mas mesmo assim deixo algumas fotos e momentos que tive durante as últimas semanas que passaram.



Fevereiro foi o mês que levantei o cu e comecei a aproveitar o belo paredão que a cidade onde vivo tem. Tenho ido 3 x por semana e sabe bem bem!


Já com o bom tempo em mente, comprei estas calças na Vivien of Holloway no final de Janeiro. Mal posso esperar para as usar!


Bateu umas saudades de ter franja! De vez em quando dá-me uma vontade estupida de cortar a franja outra vez, mesmo que todas as vezes que o faça me arrependa um bocadinho...


O dia dos namoradus é como outro dia qualquer, mas nem sempre temos a Ana Malhoa no mesmo jantar que o nosso!


Tasca do Valentim: true alentejano style. Pérolas!



Carnaval. Sem comentários possíveis.


Das poucas vezes que pintei as unhas o mês que passou. Gostei muito da formula dos Formula X (que estavam a 7euros na Sephora há umas semanas atrás) seca rápido e tem uma duração boa - que nas minhas unhas são 3 dias. 


O alentejo começa a ficar em flor e é lindo de se ver.


O Tozé foi passear!



Acho que postei comida a mais no instagram. Açorda alentejana com um twist gourmet!


Feliz Cum pleaños!


The Year


A caminho do Algarve.


Pizza time!


Haul do mercado ahahaha

Bora lá Março!

xxx


Poderá gostar de:

Related Posts with Thumbnails